Artigos

Oscar 2021 | Indicados e Ganhadores da Premiação

Compartilhar

Todo ano a Academia premia em sessão exclusiva os filmes feitos por ela e pelos que compõem a nata de Hollywood. Esse processo se renova em níveis de tendências, em alguns momentos se louvam obras que falam sobre a arte, sobre a própria Hollywood, cinebiografias de figuras políticas ou notáveis e vez ou outra os figurões americanos permitem que obras não feitas nos Estados Unidos e Grã-Bretanha cheguem ao apogeu do louvor.

2020 foi um ano difícil, inclusive para o meio artístico, mas surpreendentemente os escolhidos para concorrer as principais categorias tiveram destaque. Filmes sensíveis, políticos, que valorizam o período histórico que vivemos, enquanto outros apontam a triste sina do capitalismo no século XX e XXI e suas desigualdades.

Por mais que soe piegas, a premiação da Academia a dramas reflete a sociedade ou ao menos os desejos de frações dessa sociedade, com suas projeções e ilusões, sejam elas poéticas ou pragmáticas. A vida e o destino são por vezes tão limitantes que mesmo o sonho pode ter freios, e apesar de sonhar não custar nada, a frustação oriunda do seu não cumprimento pode causar o receio de voar alto na imaginação.

Achar que a escolha ou curadoria de uma premiação X ou Y reflete o social é pretensiosa, e é fato que a Academia subestima o mundo moderno, e tenta encaixotá-lo, mas em alguns momentos, poucos mesmo, a pretensão acerta, escolhendo obras, histórias e trajetórias que valem ser vistas. Sem mais delongas, confira abaixo os indicados e ganhadores do Oscar 2021.

-

Melhor Filme

Nomadland (vencedor)
Mank
Judas e o Messias Negro
Minari: Em Busca da Felicidade
Meu Pai
Os 7 de Chicago
Bela Vingança
O Som do Silêncio

Melhor Atriz

Frances McDormand, Nomadland (vencedora)
Viola Davis, A Voz Suprema do Blues
Andra Day, Estados Unidos Vs Billie Holiday
Vanessa Kirby, Pieces of a Woman
Carey Mulligan, Bela Vingança

Melhor Ator

Anthony Hopkins, Meu Pai (vencedor)
Chadwick Boseman, A Voz Suprema do Blues
Riz Ahmed, O Som do Silêncio
Gary Oldman, Mank
Steve Yeun, Minari: Em Busca da Felicidade

Melhor Diretor

Chloé Zhao, Nomadland (vencedora)
Thomas Vinterberg, Druk: Mais uma Rodada
David Fincher, Mank
Lee Isaac Chung, Minari: Em Busca da Felicidade
Emerald Fennell, Bela Vingança

Melhor Atriz Coadjuvante

Youn Yuh-jung, Minari: Em Busca da Felicidade (vencedora)
Maria Bakalova, Borat: Fita de Cinema Seguinte
Glenn Close, Era uma Vez um Sonho
Olivia Colman, Meu Pai
Amanda Seyfried, Mank

Melhor Ator Coadjuvante

Daniel Kaluuya, Judas e o Messias Negro (vencedor)
Sacha Baron Cohen, Os 7 de Chicago
Leslie Odom Jr., Uma Noite em Miami...
Paul Raci, O Som do Silêncio
Lakeith Stanfield, Judas e o Messias Negro

Melhor Roteiro Adaptado

Meu Pai, Florian Zeller e Christopher Hampton (vencedor)
Nomadland, Chloé Zhao
Borat: Fita de Cinema Seguinte, Sacha Baron Cohen, Anthony HinesDan Swimer e outros
Uma Noite em Miami..., Kemp Powers
O Tigre Branco, Ramin Bahrani

Melhor Roteiro Original

Bela Vingança, Emerald Fennell (vencedor)
Judas e o Messias Negro, Will Berson, Shaka King, Kenneth Lucas e Keith Lucas
Minari: Em Busca da Felicidade, Lee Isaac Chung
O Som do Silêncio, Darius Marder, Abraham Marder e Derek Cianfrance
Os 7 de Chicago, Aaron Sorkin

Melhor Filme Estrangeiro

Druk: Mais uma Rodada (Dinamarca – vencedor)
Shaonian De Ni (Hong Kong)
Collective (Romênia)
O Homem Que Vendeu sua Pele (Tunísia)
Quo Vadis, Aida? (Bósnia e Herzegovina)

Melhor Documentário

My Octopus Teacher (vencedor)
Collective
Crip Camp
The Mole Agent
Time

Melhor Edição

O Som do Silêncio (vencedor)
Meu Pai
Nomadland
Bela Vingança
Os 7 de Chicago

Melhor Fotografia

Mank, Erik Messerschmidt (vencedor)
Judas e o Messias Negro, Sean Bobbitt
Relatos do Mundo, Dariusz Wolski
Nomadland, Joshua James Richards
Os 7 de Chicago, Phedon Papamichael

Melhor Maquiagem e Cabelo

A Voz Suprema do Blues (vencedor)
Emma
Era Uma Vez um Sonho
Mank
Pinóquio

Melhor Som

O Som do Silêncio (vencedor)
Greyhound: Na Mira do Inimigo
Mank
Relatos do Mundo
Soul

Melhor Figurino

A Voz Suprema do Blues (vencedor)
Emma
Mank
Mulan
Pinóquio

Melhor Canção Original

Fight for you, Judas e o Messias Negro (vencedor)
Hear my voice, Os 7 de Chicago
Husa'vik, Festival Eurovision da Canção: A Saga de Sigrit e Lars
Io sì, Rosa e Momo
Speak now, Uma Noite em Miami...

Melhor Trilha Original

Soul, Trent ReznorAtticus Ross e Jon Batiste (vencedor)
Destacamento Blood, Terence Blanchard
Mank, Trent Reznor e Atticus Ross
Minari: Em Busca da Felicidade, Emile Mosseri
Relatos do Mundo, James Newton Howard

Melhor Design de Produção

Mank (vencedor)
Meu Pai
A Voz Suprema do Blues
Relatos do Mundo
Tenet

Melhor Efeitos Visuais

Tenet (vencedor)
Amor e Monstros
O Céu da Meia-Noite
Mulan
O Grande Ivan

Melhor Animação

Soul (vencedor)
Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica
A Caminho da Lua
Shaun, o Carneiro: O Filme - A Fazenda Contra-Ataca
Wolfwalkers

Melhor Curta de Animação

If Anything Happens I Love You (vencedor)
Burrow
Genius Loci
Opera
Yes people

Melhor Curta-Metragem

Two Distant Strangers (vencedor)
Feeling Through
The Letter Room
The Present
White Eye

Melhor Curta-Documentário

Collete (vencedor)
A Concerto is a Conversation
Do Not Split
Hunger Ward
A Love Song for Natasha

Filipe Pereira

Filipe Augusto Pereira é Jornalista, Escritor, quer salvar o mundo, desde que não demore muito e é apaixonado por Cinema, Literatura, Mulheres Rock and Roll e Psicanalise, não necessariamente nessa ordem.
Veja mais posts do Filipe
Compartilhar